Postagem em destaque

PROPOSTAS E MODELOS PARA ENEM

TODAS AS PROPOSTAS E MODELOS RELACIONADOS NESTA POSTAGEM SÃO DO AUTOR DO BLOG E NÃO PODEM SER COMERCIALIZADOS EM MATERIAL DIDÁTICO VIRTUAL ...

23 de jun de 2008

Polêmica!

Bom, vamos lá, pessoal!

Desde sempre, na escola, ou mesmo em casa, costumamos ouvir que é errado falar de determinada maneira, que existe um jeito certo de falar, bonito e cheio de regras. Nas aulas de Português então, nossa... tem-se até medo de abrir a boca e acabar ouvindo uma retalhação severa, daquelas que deixam qualquer um menor que uma formiguinha, não é verdade? Mas parece que as coisas estão mudando. Há alguns estudiosos da língua portuguesa dizendo não existir errado e, sim, muitas possibilidades dentro de uma mesma língua.

Por exemplo:

Você se sente falando errado quando usa gíria com seus amigos?

Aquelas pessoas simples, que se entendem muito bem do jeito que falam, falam errado?

Quantas pessoas realmente empregam as regras gramaticais ao falar, uma maioria ou minoria?

O que é errado ou certo em termos de língua portuguesa?

O que surgiu primeiro: a língua ou a gramática?

Será que quando acreditamos existir um jeito certo de falar, discriminamos todos os desconhecedores das regras "verdadeiras e corretas" de nosso idioma?

E nós, quão bem falamos?

Pense a respeito destas questões e sobre o que é pedido neste blog quanto à forma de escrever os comentários.

Gere um comentário para este tópico cujo conteúdo seja significativo e vá ao encontro do que foi proposto. (Assine-o com seu nome verdadeiro, escola e série)

Para se informar mais, acesse o link: Marcos Bagno. Leia nesse site o artigo "NADA NA LÍNGUA É POR ACASO: ciência e senso comum na educação em língua materna"

Nenhum comentário:

QUIZ: POR QUE OU POR QUÊ?

Havendo dificuldade em visualizar o quiz, clique no link abaixo: