Postagem em destaque

PROPOSTAS E MODELOS - ENEM 2016

TODAS AS PROPOSTAS E MODELOS RELACIONADOS NESTA POSTAGEM SÃO DO AUTOR DO BLOG E NÃO PODEM SER COMERCIALIZADOS EM MATERIAL DIDÁTICO VIRTUAL ...

4 de abr de 2009

Uma questão de fé?

Defendo a seguinte opinião: religião e fé não se discutem, contanto que não sejam elas a causa de males individuais ou coletivos. Ambas desempenham papel importante no psiquismo humano, revelando-se muito úteis em determinadas situações, tanto socialmente como em casos bem particulares; isso se as concebermos apenas como ideias. Acreditar em Deus como causa primeira de tudo o que existe é uma crença que arrebanha grande parte da humanidade e também aquele que ora escreve. No entanto é preciso cuidado ao se justificar tudo como sendo criação divina. Opa! Será uma contradição?

Compreender a Criação do ponto de vista humano pode conduzir a erros com consequências desastrosas. Por exemplo, a linha do horizonte ao nível do mar se nos apresenta retilínea, embora a superfície terrena em sua essência seja curva e o horizonte nada mais seja do que uma linha determinada pela limitação de nossa capacidade de enxergar. Afirmar, portanto, que Deus criou o horizonte plano é um erro de interpretação do que existe.

Abraçar uma crença irrefletidamente ou é fanatismo ou comodismo. Expô-la irrefletidamente é imprudência.

Às vezes, em algumas propostas de dissertação, alguns alunos caem na tentação de justificar a causa de certos fenômenos sociais como obra de Deus, criando generalizações absurdas que constroem raciocínios como o do exemplo acima. Essa postura, por parte daquele que escreve, sugere ausência de senso crítico e até alienação. Certamente há muitas respostas ainda não descortinadas pelas ciências construídas dentro das possibilidades limitadas da razão humana, entretanto não há vestibular ou concurso até hoje que tenham proposto temas de apreciação teológica.

Resista à tentação, usar a inteligência e o senso crítico é também uma forma de exaltar a Deus!

Nenhum comentário:

QUIZ: POR QUE OU POR QUÊ?

Havendo dificuldade em visualizar o quiz, clique no link abaixo: